collaborations

LUZIA PARAMÉS
Trabalhou como actriz em O Bando, Comuna, Novo Grupo/Teatro Aberto, Teatro Ibérico, Teatro das Beiras, Companhia Teatral do Chiado, Teatro Nacional D. Maria II, Companhia de Teatro de Almada, entre outras. Fez encenações para O Grupo, Companhia de Teatro de Almada, Produções Acidentais e várias produções independentes. Em televisão participou em várias séries e telenovelas. Faz trabalhos de locução e dobragem e é formadora de expressão dramática no projecto Mus-E.
JOÃO VASCO HENRIQUES
Frequentou o curso de Artes do Espectáculo/Interpretação e Animação Circenses do Chapitô. Estreou-se no Grupo de Teatro Universitário Vida Breve como actor e encenador, funções que também desempenhou no Cénico da Incrível Almadense e no Grupo de Teatro O Grito. Foi ainda actor e assistente de produção no Teatro Extremo e no Mr. Pejo`s Wandering Dolls, de São Petersburgo, e tem participado como actor em vários espectáculos do grupo Arte Pública.
ANDRÉ PEREIRA
Engenheiro Informático, tem colaborado em desenvolvimento de websites para particulares e organizações.
CARLOS SILVA
Faz foto-reportagem, fotografia artística, social, de moda, de teatro, de dança, publicidade. Tem trabalhos publicados em catálogos, jornais e revistas portuguesas. Trabalhou ainda para instituições estatais, ateliers de publicidade, grupos de teatro, Câmaras Municipais, etc. Coordenou na última década o Núcleo de Fotografia das Casas da Juventude da Câmara Municipal de Almada. Entre colectivas e individuais participou em cerca de 50 exposições.
FÁTIMA FERNANDEZ
Bailarina de flamenco e danças orientais, a sua formação passa por França, Alemanha, Egipto e Espanha, onde reside de 2002 a 2010. Participa em vários festivais internacionais, tendo sido premiada no festival de dança oriental no Líbano. É bailarina profissional em Espanha, tendo actuado também em Portugal, França, Japão e Alemanha, países onde também lecciona dança regularmente.
MANUEL MENDES
Estreou-se sob a direcção de Ribeirinho no Teatro Laura Alves, tendo também trabalhado no Teatro Maria Matos, no Grupo de Teatro Hoje-Teatro da Graça, no Teatro das Beiras e, de 1996 a 2010, na Companhia Teatral do Chiado, onde também encenou espectáculos para a infância. Participou em várias produções para cinema e televisão. Faz regularmente locução e dobragem de animação.
ANDRÉ LETRIA
Ilustrador de livros para crianças, ganhou vários prémios, como o Prémio Nacional de Ilustração, o Prémio Gulbenkian e um Award of Exellence for Illustration, atribuído pela Society for News Design (EUA). Trabalhou como cenógrafo para a Companhia Teatral do Chiado. Realizou a curta-metragem “Zé Pimpão, o Acelera”, baseada no livro de José Jorge Letria, que ganhou o prémio Melhor Filme Português no Festival Animatu 2007. Realizou e escreveu a série de animação Foxy & Meg, baseada numa colecção de livros com o mesmo nome.
PAULA CARETO
Formada em Dança Clássica, Contemporânea e Jazz, foi bailarina no Grupo de Dança “7ª Posição”, tendo actuado na Gulbenkian, Culturgest, S. Luiz, S. Carlos, Coliseu, Maria Matos, Aula Magna e Tivoli e ainda na Holanda, Alemanha e Polónia. Como coreógrafa foi premiada na Bélgica, SINTR’ARTES e em Barcelona. Coreografou inúmeros bailados e trabalha regularmente com Benvindo Fonseca e ainda com o Grupo de Teatro “O Bando”. É professora de Dança Contemporânea e Jazz em Portugal e Espanha.
GONÇALO PRATAS
Frequentou o curso de Áudio da Orquestra Metropolitana de Lisboa. Como compositor para teatro e cinema, trabalhou com José Carretas, Companhia Teatral do Chiado, Chapitô, A.s. Produções, etc. Foi autor, director e produtor musical do projecto “Buscapólos”, dos projectos para crianças do jornal Expresso, e são suas as músicas do Livro CD “Canta o Galo Gordo”. É também professor de música.
INÊS PUPO
Psicóloga e psicoterapeuta, trabalha também na área da tradução, da literatura infantil e juvenil e da poesia. Organizou a antologia de poesia 101 Poetas, da Editorial Caminho, em 2007. Participou no projecto “Buscapólos” e é autora dos poemas dos projectos para crianças do jornal Expresso.
VASCO LETRIA
Formado pela ETIC é, desde 1998, técnico de iluminação da banda “UHF”. Foi durante cerca de 10 anos Director Técnico da Companhia Teatral do Chiado. Tem colaborado com vários encenadores no desenho de luz dos seus espectáculos.
ALICE ROLO
Tem o Curso de Design de Moda do IADE. Foi a responsável pela execução de figurinos do Colectivo Teatro O Grupo desde 1994, bem como do teatro de marionetas Os Pipapapas. Desde 1995 colabora regularmente com o Teatro Extremo criando e executando figurinos.
DIOGO CÃO
Licenciado em teatro na ESAD, concluiu o estágio curricular nos Artistas Unidos. Participou em várias curtas-metragens e na longa “Campo de Zombies”, realizado por Fernando Simões. Em teatro trabalhou com João Garcia Miguel, Diogo Dória, José Eduardo Rocha e Jorge Silva Melo e participou em performances dirigidas por Willi Doner e pelo grupo La Fura Del Baus.
PAULA ANTUNES
Frequentou cursos com Filipe Crawford, Marcantonio DelCarlo e José Peixoto, e na MOVEO-Escuela Internacional de Mimo de Barcelona, tendo estagiado na Lapónia. Colaborou em várias produções do Farpas Teatro, do Grupo Teatro de Letras e da escola In Impetus e em séries para televisão.
MARCO TRINDADE
Formado pela ACT, estagiou na Companhia de Teatro de Almada. Em teatro trabalhou com Joaquim Benite, Dmitry Bomogolov, Jean-Paul Bucchieri, José Ramalho, António Pires, Jorge Silva Melo. Participou na curta-metragem A Herança, de Aloyzyo Filho.
MADALENA MÂNTUA
Fez o Curso de Formação de Actores da ACT e o Curso de Musical da EDSAE. Trabalhou com os encenadores António Pires, Rui Luís Brás e Jean Paul Bucchieri. No cinema participou em Nice Trip Bar, de Marie Brand.
PAULO GUERREIRO
Estreou-se na Companhia de Teatro de Almada, com a qual tem colaborado recentemente, tendo trabalhado ainda no Grupo Zephyro, O Bando, Teatro Extremo e em produções para televisão. Fez dobragem de novelas e séries de animação e formação em expressão dramática para crianças.
BIBI GOMES
Estreou-se na Companhia de Teatro de Almada, tendo depois passado pelo Bando, Teatro de Objectos, Arte Pública, Teatro Nacional D. Maria II e, actualmente, Teatro Extremo. Foi coordenadora do FIAR, em Palmela, e da “Peregrinação”, na Expo 98. Para televisão participou em séries e telenovelas. Dirige oficinas de expressão dramática para crianças.
ANTÓNIO CARVALHO
Trabalhou como actor em companhias como a Comuna, O Bando, Teatro das Beiras, Teatro Meridional, Teatro Extremo, Arte Pública e Teatro de Objectos. Fez encenações para grupos amadores e universitários. Tem dirigido workshops de teatro e é autor de espectáculos de café-teatro.
ANA LÍDIA
Actriz com formação no Chapitô e na Escola de Formação Teatral do CENDREV, trabalhou com o Teatro Extremo, o GICC, da Covilhâ e a Cortina de Ferro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *